O Abrigo Sombra da Acácia possui estrutura física para atender até 80 idosos, entretanto, o gasto com manutenção do mesmo, possibilita o atendimento de qualidade para apenas ¼ desse total.
 

O número de idosos atendidos hoje, está abaixo do limite apenas porque o processo de triagem se torna fundamental, pois é o único que presta esse tipo de serviço na região. A procura é realmente grande, mas como a intenção é prestar um serviço de qualidade, é inviável atender um número maio de idosos no momento.
 

Além do dinheiro arrecadado na Festa do Trevo, principal fonte de receita, a Prefeitura Municipal repassa uma verba, no valor de R$ 1.000,00, para a manutenção do local.
 

Em 13 de Agosto de 1992, através da Lei Municipal nº 512/92, o Abrigo Sombra da Acácia foi declarado de utilidade pública, e no mês de Julho de 1997, foi aprovada a Lei Municipal que autoriza esse repasse pelo Poder Público Municipal. A fundação Banco do Brasil fez a doação dos móveis para o funcionamento do Abrigo.

Algumas considerações também se fazem necessárias:

- Toda a alimentação, materiais de limpeza e de higiene pessoal, é custeada pelo próprio Abrigo;
- Uma horta é mantida no local para o fornecimento de verduras e legumes;
- A Assistência médica é feita através do Hospital Municipal e os demais são acompanhados por médicos sócios da entidade. Toda medicação não conseguida através do Hospital Municipal é custeada pelo Abrigo;
- O deslocamento dos idosos é realizado por táxis, pagos pelo Abrigo,sempre que preciso, dentro da cidade, ambulâncias cedidas pela Prefeitura quando da ida para consultas ou internamentos até em outros municípios e pelos membros da Maçonaria e suas esposas;
- O consumo de Energia, água e telefone são totalmente custeados pelo Abrigo, bem como impostos e encargos;
- O pagamento dos funcionários é efetuado com o dinheiro arrecadado na Festa do Trevo.