Exercícios físicos que ajudam na prevenção do câncer de mama

Saiba que 12% das mortes causadas por câncer de mama poderiam ser evitadas com a prática de exercícios físicos.


A campanha Outubro Rosa visa conscientizar por meio de um alerta com foco principalmente no público feminino, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e colo do útero.
Mulher fazendo Pilates (Foto: reprodução | Wikipédia)

A campanha Outubro Rosa visa conscientizar por meio de um alerta com foco principalmente no público feminino, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e colo do útero.

Estudos realizados com a participação do Ministério da Saúde com o apoio de divulgação do outubro Rosa, revelam que muitas mortes originadas pelo câncer de mama poderiam ser impedidas caso as mulheres se comprometessem regularmente com atividades físicas.

É indispensável que as mesmas consultem seus médicos especializados para que entendam com mais clareza sobre a prática das atividades principalmente quando já iniciado o tratamento. 

Uma vez que se destaca a importância de evitar riscos, é essencial o acompanhamento de um profissional para habilitar a prática de certos exercícios.

Em geral, conforme já se tem conhecimento, há diversos benefícios para o corpo ao incluir exercícios constantemente na rotina. 

Estes estão por influenciar não apenas o bem-estar, mas os cuidados com a saúde como um todo, de forma a contribuírem também para o equilíbrio do metabolismo e redução do surgimento de outras doenças crônicas.

Sendo assim, o sedentarismo é um ato muito mais nocivo à saúde do a prática de atividades, mesmo em pessoas que se recuperam da doença. Isso porque, o treino constante pode ajudar a diminuir a chance recorrência do câncer.

Contudo, estima-se que 6,5% dos óbitos por câncer de mama são indicados pelos maus hábitos alimentares através do consumo de álcool, índice alto de massa corporal, além de grande concentração de açúcar no organismo. 

Deste modo, se vê extrema importância manter uma alimentação balanceada, assim como a orientação de que sejam praticados os exercícios numa frequência de pelo menos 3 vezes na semana. 

As atividades por sua vez têm por função aumentar a força muscular e a capacidade funcional, além de contribuírem para o controle do peso, redução da fadiga e melhora da autoestima.

Quais exercícios são indicados para a prevenção durante o tratamento do câncer de mama e após vencer a doença?

  1. Alongamento

O alongamento é aconselhável para todos que desejam melhorar a postura, limitar certas dores e dar mais mobilidade ao corpo. 

Além dos benefícios para a parte física, o alongamento fornece ajuda para lidar com o estresse e com a ansiedade que na maioria das vezes estão presentes entre as pacientes de câncer de mama.

É importante sempre manter o respeito aos limites do corpo, já que não é recomendável muito esforço para evitar problemas mais sérios.

Pode ser feito durante todo o período de tratamento, sem que se realize grandes esforços e é indicado para a prevenção e após a cura da doença. 

Quando realizado com cuidado, os alongamentos trazem maior extensão dos movimentos, ou seja, as tarefas diárias se tornam mais fáceis de serem feitas, mesmo durante o tratamento, entretanto sempre observando os níveis em que a doença se encontra

  1. Caminhada e corrida

Pode ser o mais indicado entre os períodos que vão desde a prevenção, até o tratamento e pós doença.

Ambos garantem diversos benefícios ao corpo e a mente. A melhora da função cerebral da função cerebral é um deles, junto com a prevenção de doenças como o Alzheimer e a demência em idades mais avançadas.

A energia é um dos fatores mais estimulantes do exercício e com isso, sinais de fadiga apresentados pela doença são minimizados.

Outro ponto positivo, é o combate à depressão. Considerada como a doença do século, a depressão pode adquirida nas horas delicadas como o momento do diagnóstico da doença, sendo assim ao praticar, o seu humor pode mudar assim como a sua criatividade pode ser estimulada.

Este tipo de exercício aumenta os níveis de serotonina, o hormônio da felicidade, que faz com que o corpo fique relaxado, além de estimular a circulação sanguínea que previne contra doenças cardiovasculares, sendo assim, a atividade também favorece à melhora do sono.

Para encerrar a lista dos principais benefícios da caminhada e da corrida é trabalhar os músculos e ajudar a combater a osteoporose através dos movimentos que enrijece os mesmos e contribui para o fortalecimento dos ossos.

Devem ser feitas de forma leve e sem sobrecarregar o corpo sob a orientação de um profissional. É aconselhável caminhar de 15 a 30 minutos por dia, pelo menos 3 vezes por semana.

É válido lembrar que antes da caminhada sejam feitos exercícios de alongamento ou aquecimento para que se evite lesões.

  1. Ioga

Muito além de posturas e movimentos, o Yoga significa obter controle unindo e integrando as percepções dos estímulos que corpo recebe a partir dos exercícios praticados.

Sendo assim, é um ótimo exercício para não só dar funcionalidade ao corpo, mas também conectar a mente.

Praticar ioga pode aumentar a flexibilidade, diminuir a ansiedade e especialmente para quem se encontra em certos estágios da doença, exercícios respiratórios que vão auxiliar no momento de manter o controle.

Pode ser realizado durante todo o tratamento, mas sempre com a supervisão e orientação de um profissional adequado.

Hidroginástica 

A hidroginástica é uma atividade praticada dentro de uma piscina, da qual os exercícios ajudam na melhora da capacidade muscular e do mesmo modo inclui a capacidade de promover o relaxamento, sem sofrer grandes impactos nas articulações.

  1. Natação

Sim, a natação também é uma opção de exercício para a prevenção e durante os tratamentos de câncer de mama.

Como ajuda a tonificar a musculatura do corpo, pode estimular de forma positiva a impactos maiores como os tratamentos realizados em questão. Promove também a boa oxigenação sanguínea. 

O recomendável é iniciar de forma moderada, para ter controle da frequência cardíaca.

  1. Pilates

Pilates é conhecido como um método de fortalecimento e alongamento dos músculos do corpo, feito de forma suave, ajudando no controle da respiração.

Tais exercícios assumem como função fortalecer os músculos estimulando-os de uma forma diferente dos métodos adotados pela musculação.

Logo, por se apresentar de uma forma mais leve, ele é indicado por todos os períodos que vão desde a prevenção até o pós tratamento para as mulheres que já obtiveram o câncer de mama.

De um modo geral, as atividades físicas são altamente indicadas tanto para ajudar na prevenção do câncer de mama, tanto para auxiliar no tratamento.

Salienta-se o uso de roupas como cropped ou tops, pois tais peças esportivas são desenvolvidas não apenas à nível estético. Tais vestimentas previnem os seios de sofrerem impactos, protegendo-os de possíveis lesões.

Os exercícios são vistos por especialistas, como uma força extra que ajuda a combater a doença junto com os métodos já conhecidos como a cirurgia, a radioterapia, a quimioterapia e a hormonioterapia que aumentam as chances de sobrevida.

Diversos exercícios são recomendáveis. Entretanto, é preciso estar aos cuidados de um profissional adequado para que não haja exposição ao ponto ocorrer problemas mais sérios.

A alimentação é fundamental para dar suporte às atividades físicas de modo a prevenir a doença, e contribuir com maiores chances de recuperação, a quem já se encontra em tratamento.

O uso de roupas e calçados adequados para a prática das atividades é indispensável. Levando em consideração o bem-estar do praticante, assim como a mobilidade sem possíveis transtornos. Por// Beatriz Souza

Você pode gostar...