Mega hospital é construído em 8 dias pelo governo da china para tratar as pessoas infectadas com o coronavírus

A construção do Hospital Huoshenshan foi copiada de um hospital construído em Pequim em 2003, dedicado à luta contra a SARS

Vista interna do hospital Huoshenshan, que significa “Montanha dos Deuses do Fogo”, foi construída em oito dias (Imagem: AFP via )

O número de mortes por coronavírus na China continental superou a epidemia de SARS em 2003, enquanto um novo hospital de 1.000 leitos para ajudar a combater o surto foi construído em apenas oito dias.

O Hospital Huoshenshan, em Wuhan, onde o vírus se originou, é uma das duas instalações dedicadas que estão sendo construídas com 361 mortes agora confirmadas desde o início do surto em dezembro.

A construção de Huoshenshan foi copiada de um hospital construído em Pequim em 2003 (Imagem: Getty Images)

Os pacientes começarão a ser admitidos a partir de hoje, de acordo com relatos.

Trezentas e quarenta e oito pessoas morreram no continente chinês como resultado da SARS há quase 17 anos.

O hospital, Huoshenshan, ou “montanha dos deuses do fogo”, foi projetado para ter 1.000 leitos para pacientes com infecções confirmadas, a fim de diminuir a escassez de leitos em outras partes da cidade à medida que o vírus se espalha.

A epidemia já infectou mais de 17.000 na China e pelo menos 171 no exterior.

Existem mais de 11.000 casos na província de Hubei, onde Wuhan está localizada, informou a televisão estatal hoje.

A construção de Huoshenshan foi copiada de um hospital construído em Pequim em 2003 dedicado à luta contra a SARS, ou síndrome respiratória aguda grave.

Mais de 7.500 trabalhadores participaram do projeto de construção rápida, iniciado em 25 de janeiro e finalizado neste fim de semana.

Outras 475 pessoas receberam alta do hospital, enquanto houve mais de 150 casos confirmados fora da China.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *