Professor manda áudio para aluna de 12 anos chamando-a de ‘amorzinho’ e pede discrição: ‘Não pode dar bandeira’

Pais registram boletim de ocorrência em delegacia de Ariranha (SP) apos encontra áudio suspeitoso de professor de 52 anos no celular da filha de 12 anos

Foto mostra mensagens enviadas pelo professor para o WhatsApp da menina — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Um professor de matemática de 52 anos foi acusado de assedia uma aluna de 12 anos de idade no município de Ariranha (SP) através do aplicativo WhatsApp .

o suposto assedio foi descoberto apos os pais da jovem encontrar um áudios do docente no celular da garota com conversas suspeitas.

áudio: Reprodução | WhatsApp

nos áudios o professor chama a criança de amozinhos e pede para ela enviar fotos:

-“Eu sei meu amorzinho. Mas a gente tem que disfarçar um pouquinho, senão vai dar muita bandeira. Você quer me ver preso, é isso?”

– “Não posso, assim. Eu tenho maior vontade, a gente precisa ter cuidado. Não pode vazar essas informações de jeito nenhum. Mas me manda foto, por favor, e eu quero ver pessoalmente, sim, estou louquinho. Beijos.”

-“Você quer ouvir besteirinhas, quer? Então me manda fotos, gostosa.”

apos a denuncia, o professor foi afastado da escola e segundo o Diretoria Regional de Ensino de Catanduva (SP) penalidades pertinentes serão aplicadas caso as denúncias forem comprovadas.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *