Homem é condenado a 21 anos de prisão por colocar fogo e matar namorada na Grande SP

Cunhado também foi condenado a 14 anos por ter estuprado a jovem antes dela ser assassinada.

Foto: Isabela Miranda de Oliveira e o namorado William Felipe Alves, que está preso — Foto: TV Globo/Reprodução

William Felipe Alves, de 21 anos, foi condenado pela Justiça de São Paulo a 21 anos e 7 meses de prisão pelo assassinato da namorada dele, Isabela Miranda de Oliveira, de 19 anos, em um sítio em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Ele ateou fogo no colchão onde jovem dormia em uma crise de ciúmes. O crime aconteceu no dia 3 de março.

Leonardo da Silva, cunhado do namorado, também foi condenado a 14 anos por estuprar a jovem antes de ela ser assassinada. Cabe recurso da decisão e os réus não poderão recorrer em liberdade.

Segundo testemunhas, William matou Isabela ao ver ela na cama com o cunhado dele. Isabela tinha bebido muito naquele dia e foi estuprada por Leonardo.

A vítima teve 80% do corpo queimado. William Alves foi preso em flagrante. Os dois tinham um relacionamento havia cerca de um ano.

O Tribunal do Júri foi realizado na Comarca de Franco da Rocha. “Não é possível descurar que a vítima, a que se ateou fogo, estava embriagada, reduzindo ainda mais sua capacidade de resistência ao meio empregado”, escreveu o juiz Rafael Carvalho de Sá Roriz em sua sentença. Fonte: G1 SP

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *