Mãe de 25 anos é assassinada em Uberlândia

Mulher de 25 anos é assassinada após desabafo em rede social

A jovem Carolina Lemos da Silva, de 25 anos, morta dentro de casa em Uberaba na segunda-feira (08), havia feito um “desabafo” em rede social há cerca de três semanas. No comentário, Carolina disse que estava “cansada e exausta e em um relacionamento abusivo”.

Após a mensagem, a jovem recebeu incentivos de internautas para denunciar o companheiro, de 28 anos. Ele é o principal suspeito do crime e ainda não foi encontrado.

O caso de feminicídio é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Uberaba (DHPP). Segundo o delegado Cyro Moreira, Carolina foi morta a facadas e deixada em casa, onde também estavam os dois filhos dela – uma menina de seis anos, e um menino de um ano de idade.

“A princípio foi por motivo passional. Ela postou nas redes sociais que estaria em um relacionamento abusivo (…). É mais um elemento de que ela estava se sentindo abusada ou violentada de alguma forma”, afirmou Moreira.

As duas crianças não sofreram ferimentos e estão sob a guarda de familiares.

Jovem assassinada perto dos filhos em Uberaba chegou a fazer desabafo em rede social: ‘em um relacionamento abusivo’ 2
Jovem havia feito desabafo em rede social no dia 17 de junho — Foto: Reprodução/Facebook
O crime
Carolina foi morta dentro de casa, na Avenida Orlando Rodrigues da Cunha, no Bairro Leblon. Segundo a Polícia Militar (PM), ela pode ter sido morta durante a madrugada de segunda-feira, mas o homicídio só foi descoberto no início da tarde, quando uma vizinha chegou ao imóvel e encontrou a jovem com ferimentos e sem respirar. Acionado, o Corpo de Bombeiros foi ao local e confirmou o óbito.

Ainda segundo a PM, a vizinha contou que na noite de domingo (07), Carolina e o companheiro tinham discutido. Na madrugada de segunda-feira, ela escutou gritos e chamou pela vítima, que respondeu que estava tudo bem.

Quando a polícia chegou ao local, os dois filhos de Carolina estavam na casa e não tinham ferimentos. Um deles foi encontrado deitado ao lado do corpo mãe.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e fez os trabalhos de costume. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatado que Carolina tinha sido golpeada com cinco facadas.

A polícia segue as buscas na tentativa de localizar o suspeito do crime.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *