Missão cumprida: cachorro guia do 41º presidente dos EUA que passou grande parte da vida ao seu lado permaneceu ao lado do caixão até os últimos minutos do velório



O presidente tinha uma forma de mal de Parkinson, e cachorro Sully podia abrir portas, pegar itens e pedir ajuda, mesmo após a morte do presidente ele permaneceu ao lado do caixão

Jim McGrath postou uma foto do labrador amarelo chamado Sully com a legenda “Missão completa. # Remembering41”.

O 41º presidente dos EUA morreu sexta-feira em sua casa em Houston, aos 94 anos.

Ele será homenageado durante vários eventos públicos e privados em Houston e Washington antes de seu enterro na quinta-feira no Texas. Bush recebeu Sully em junho da organização sem fins lucrativos America’s VetDogs.

O presidente tinha uma forma de mal de Parkinson, e Sully podia abrir portas, pegar itens e pedir ajuda.

A KTRK-TV em Houston relata que Sully retornará aos VetDogs da América em Nova York durante as festas de fim de ano, antes de ingressar no Programa “cachorro feliz” do Centro Médico Militar Water Reed.



Você pode gostar...