Brasil: Policial estupra 12 mulheres e mata uma



Policial acusado de matar a jovem Renata Larissa dos Santos, de 22 anos, teve a prisão preventiva decretada
Policial estupra 12 mulheres e mata uma

Foto: Reprodução / Renata Larissa dos Santos

A Justiça converteu a prisão temporária do policial militar Peterson Mota Cordeiro, de 30 anos, em preventiva, quando não há prazo para liberdade, nesta quinta-feira (9). Ele é suspeito de causar a morte da jovem Renata Larissa dos Santos, de 22 anos, e suspeito de ter cometido pelo menos 12 estupros na região de Curitiba.



“Com a confirmação da autoria, foi confirmada a prisão preventiva. Já temos mais de uma dezena de vítimas que nos procuraram depois que o caso veio à tona e [os crimes] estão sendo apurados. Temos três indiciamentos dele por crimes sexuais”, disse a delegada Eliete Aparecida Kovalhuk, responsável pelo caso.

Brasil: Policial estupra 12 mulheres e mata uma

Foto : reprodução / Peterson Mota Cordeiro

Peterson está preso no Quartel da Polícia Militar. Segundo a delegada, a transferência para uma cela do Departamento Penitenciário do Paraná deve ocorrer somente após o desligamento do soldado da corporação.

De acordo com depoimentos das vítimas, o policial além de estuprar, filmava o ato com um celular e obrigava as vítimas falar o nome e dizer que estavam sendo estupradas.

Fonte:  Paraná portal



veja outras noticias