Por causa de ciúmes patroa tira vida de funcionaria



Empresaria tirou a vida de uma funcionaria de 19 anos por causa de ciúmes

A empresaria Adriana leal borges, de 38 anos de idade, confessou nesta última segunda-feira (02), ter sido a autora do disparo de arma de fogo, que tirou a vida da jovem Ana Vitória Alves de 19 anos de idade, a qual trabalhava para ela em um restaurante no município de catalão no estado de goiás.

Na delegacia, Adriana contou que tirou a vida de Ana Vitória porque teria descoberto através de redes sociais que Ana Vitória estava mantendo um relacionamento com o marido dela.

Além de confessa a autoria, Adriana ainda apresentou a arma usada no crime.

Dia do crime



De acordo com a delegada, Alessandra maria castro, responsável pelo caso, Adriana contou que no dia do crime, ela teria ligado para Ana Vitória,

e pedido para ela vim até o restaurante pois estava precisando dela.

Quando Ana Vitória chegou no estabelecimento, Adriana perguntou a jovem se ela estava ficando com o marido dela,

Segundo Adriana, Ana Vitória teria respondido que sim, e que já teria até dormido com ele na cama do casal.

Neste momento, as duas iniciaram um discussão, e Adriana acabou sacando uma arma,

e dando um tiro na cabeça de Ana Vitória que morreu na hora.

O esposo de Adriana, que estava no fundo do estabelecimento, se dirigiu até o local do crime quando ouviu o disparo,

mas ao ver a esposa com a arma na mão fugiu logo em seguida com medo de também ser morto.

Adriana agora responderá pelo crime de homicídio, e caso condenada poderá pegar de 12 a 30 anos de prisão.



Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.