Violência: vitória da conquista-BA em pânico



conquista-BA em pânico:

violência em vitoria da conquista causa panico

Violência vitória da conquista-BA em pânicoConquista-BA em pânico: A cada dia que passa a população do município de vitória da conquista na Bahia está ficando mais aterrorizada e preocupada com o crescimento alarmante da violência.

Em uma cidade com pouco mais de 345.000 mil habitantes,

ninguém se sente mais seguro para ir ao trabalho ou caminhar pelas ruas, independente da hora.

O cidadão não sabe mais a quem apelar, estão todos ficando com as mãos atadas e correndo o risco de ser assaltado ou até acontecer coisa pior.

A relatos dezenas de pessoas que são espancadas por bandidos durante assaltos na cidade,

e nova modalidade dos criminoso agora de sequestro relâmpago que tem deixado a população assustada,

O baixo número de efetivo da Polícia Militar e a falta de estrutura não estão sendo capazes de evitar a criminalidade.

 

ousadia

Os bandidos estão sendo cada vez mais audaciosos. Estão assaltando em plena luz do dia e em momentos de grande fluxo de pessoas, como por exemplo,

assalto a mão armada em grandes comércios na área central do município. A onda de criminalidade deixou de ser exclusividade das favelas e periferias, e agora está acontecendo em até locais mais vigiados e em vários lugares da Zona Rural.

Sem falar no tráfico de drogas que tem crescido cada dia mais,

o que proporciona um grande aumento da criminalidade.Desde o início do ano 2017 foram registrado mais de 39 assassinatos, É um número extremamente preocupante.

E foram várias tentativas de homicídios até o momento, além de tiroteios, e dezenas de assaltos diários,

pessoas que tem objeto ou veículo levados pelos bandidos,

os assaltos são tão comuns que já se tornado parte de vida dos habitantes da cidade.

As pessoas estão cada vez mais indignadas com tudo isso e exigem alguma solução imediata. O cidadão contribui com impostos exorbitantes para, dentre elas, ter uma segurança e paz dignas.



Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.